Portões Automáticos qual o melhor

Os portões automáticos podem ser:

  • Modelo Basculante – abrem para cima. Por ação de contrapesos e cabos de aço.
  • Modelo Deslizante – abre para os lados, correndo sobre trilhos e rodas.
  • Modelo Pivotante (Pivo) – abrem e fecham como uma porta ou janela. E podem ser com uma ou duas bandas.

OS PORTÕES MODELO BASCULANTE: São os mais comum em condomínios, por ocupar menos espaço da garagem. É um tipo de portão que precisa de muita atenção na manutenção.

Portões deste modelo trabalha contra a gravidade. Obrigatoriamente tem de ter um contrapeso (caixa cheia de ferro, pedra ou areia) para minimizar a força que o motor faz para levantar o portão. Quanto mais pesada for a folha do portão, mais pesado deverá ser o contrapeso e isto acarreta maior pressão no cabo de aço que sustenta este contrapeso e a folha do portão.

OS PORTÕES MODELO DESLIZANTES abrem de forma lateral, como uma porta de correr sobre trilhos. O trilho pode ser instalado na parte de cima ou no piso. Este modelo de portão é considerado pelos especialistas como o equipamento que dá menos defeito.

Mesmo assim, precisa de manutenção preventiva constante. O motor deve estar de acordo com as especificações do fabricante para o peso da folha do portão e o fluxo de veículos por dia.


Qual modelo de portão automático dá menos defeito?


Difícil uma resposta. Um Sistema de Automação de Portão de Garagem tem três partes básicas, que têm de trabalhar em perfeita sintonia para o conjunto funcionar com precisão:

  • Motores
  • Central de comando (Eletrônica) e
  • Parte Estrutural.

Se o motor não foi bem dimensionado, irá se desgastar prematuramente diminuindo seu tempo de vida útil. Um motor subdimensionado pode funcionar bem por um período e depois começar a falhar, queimar o estator com freqüência, quebrar partes internas ou travar.

A Central de Comando (Eletrônica): um motor não funciona sozinho, tem uma placa eletrônica para fazer o sistema funcionar. Este equipamento eventualmente pode dar defeito, queimar, sofrer interferências.

Parte estrutural:  Tirando o motor e a Central é tudo que permite a folha do portão se movimentar (abrir e fechar), se o portão for movimentado manualmente. Estas peças também podem sofre nesgastes, quebrar, amassar, soltar, etc. Em muitos casos pode ser a causa de o portão se prender impedido que o motor abra ou feche o portão.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s